05 maio 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (66)



1977 (EUA)Durante a produção das histórias dos X-Men, Chris Claremont, argumentista da equipena época, fez com que seu roteiro desembocasse no explosivo combate entre os próprios X-Men e um grupo de heróis canadenses.  

Claremont e o desenhista John Byrne colocaram no papel uma nova geração de heróis: A TROPA ALFA. Com a história concluída, os X-Men prosseguiram em sua odisseia, cativando leitores de todo o mundo. E a Tropa, criada apenas para contracenar com eles, voltou a aparecer, esporadicamente, em outras revistas, porém, nunca recebendo o destaque merecido.


1977 (FRANÇA)Georges Pichard resolve escrever as próprias histórias e realiza seu trabalho mais luxuoso e arrojado: MARIE GABRIELLE DE SAINT EUTROPE. A história se passa em fins do século passado e trata dos suplícios a que se faz infringir uma dama da sociedade da época, que, após visitar um convento onde são castigadas as mulheres que cometem pecados, não descansa até dar um jeito de entrar também no convento. Seu crime, o de adultério, era considerado uma ofensa terrível demais para a moral vigente. O álbum na verdade trata de uma vigorosa crítica à moral e à Igreja de relativamente poucos anos atrás. Todas as torturas eram feitas em nome de uma penitência divina, a única maneira de escapar às labaredas do Inferno, mas aplicadas somente às mulheres, que para os homens não havia um convento semelhante.

1977 (BRASIL)O desenhista Daniel Azulay lança no Jornal doBrasil a série GILDA, uma vaca baiana, vaidosa, que adora ver televisão, mas teme as segundas intenções do diretor. Ela é uma voraz consumidora de produtos anunciados pela TV.

o desenhista Miguel Paiva lança no Jornal do Brasil a série DR. FREUD, o psicanalista dominado por fortíssimo complexo de Édipo e tarado sexual. Ele é um grande investidor. Investe particularmente nas neuroses do paciente. E Ziraldo lança a TURMA DO PERERÊ nas edições dominicais do Jornal do Brasil.

1977 (EUA)È lançado o álbum 2001: UMA ODISSÉIA NO ESPAÇO, baseado no roteiro de Arthur C. Charke. A ópera espacial de Stanley Kubrick é quadrinizada por Stan Lee e Jack Kirby. Os críticos italianos de historietas salientam que o material de Kubrick e Clarke, em quadrinhos, toma, nas mãos de Kirby e Lee, outra dimensão: onde os primeiros se abandonavam a um delicado e flagrante visionarismo, os outros constroem um drama violento, com um sentido de aventura mais elástico, momentos de horror e espanto mais enérgicos, mesmo que tudo aconteça num plano de maior simplificação psicológica e ideológica.

1977 (ITÁLIA)Stefano Tamburini reúne nomes como Tanino Liberatore, Mattioli, Scozzari e Pazienza em torno de uma ideia: a revista CANNIBALE. Foi nela que Tamburini e Liberatore publica os primeiros esboços do personagem RANXEROX. O protagonista, um robô violento e volúvel, faz de tudo para proteger sua amada (uma garotinha de 13 anos com vivência depelo menos uns 45.  

Não limites para Ranxerox ou Lubna, sua pequenina concubina. Desde o mais carregado clima de violência, misturando pancadarias, sexo, drogas e rock and roll, até os momentos de demência do ciberpunk italiano, tudo é motivo de delírio nos textos e desenhos. O estilo de Liberatore e a crueza dos temas de Tamburini deixaram um legado aos desenhistas de HQ. As formas arredondadas dos desenhos, obtidas através de técnicas que misturam pastel e canetas hidrocor, transformaram em marcas registrada do surpreendente Gaetano Liberatore.

1977 (EUA) - Stan Lynde, ainda em pleno apogeu criativo, deixa a série RICK O´SHAY em meados do ano, após uma séria divergência com o Chicago Tribune a respeito de dinheiro. O sindicato tentou manter o título vivo em mãos de outros desenhistas, mas não conseguiu. Rick O´Shay foi cancelado dos jornais em março de 1981. O desenhista recebeu várias cartas lamentando a sua decisão, inclusive uma do ator Charlon Heston, que se confessava um grande admirador tanto de seus desenhos como de sua prosa. 
 
1978 (EUA) - No dia 15 de dezembro estreia em 700 cinema norte americano o filme SUPERMAN THE MOVIE, o primeiro filme longa-metragem do Superman, dirigido por Richard Donner, considerado até recentemente a melhor adaptação cinematográfica de uma HQ. No papel do homem de aço, Christopher Reeve. Marlon Brando interpreta Jor-El, o pai kriptoniano de Super Homem. Susannah York fez a mãe. Gene Hackman é Lex Luthor, o arquivilão. Superman conta basicamente a mesma história dos gibis, como o pequeno Kal-El sendo mandado à Terra por seus pais, pouco antes da explosão do planeta Krypton. A música é de John Williams. (o Superman estrela mais quatro filmes, em 1980, 1983, 1987 e 2006).

1978 (FRANÇA)OS OLHOS DO GATO, de Alejandro Jodorowsky e Moebius, uma das primeiras parcerias entre os dois artistas antes de O Incal.
 
1978 (BRASIL) – De 07 a 24 de novembro é realizado o I Salão de Humor da Bahia (Ria, é uma Ordem!), na sede da Eucatexpo, Avenida Sete de Setembro, em Salvador. Foram expostos 54 obras de 17 desenhistas. Um juri formado por diversos profissionais da área de imprensa e publicidade escolheu os melhores do salão, numa promoção do Centro de Pesquisa de Comunicação de Massa. Os cartunistas Nildão, Setúbal de Aps ganharam o prêmio oferecido pela agência DM-9. Nildão foi o autor do melhor trabalho do salão, pelo juri popular, prêmio oferecido pelo jornal A Tarde. Os trabalhos expostos – cartuns =- foram pela primeira vez comercializado.”

1978 (ITÁLIA)RANXEROX faz sucesso.  Criação de Stefano Tamborini e Tanino Liberatone. Um androide de um futuro próximo decadente e violento, onde a carne humana esta se degenerando. Os punks são maioria e uma ninfeta todos os prazeres o herói biônico.
-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home