08 maio 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (69)



1978 (BRASIL)O desenhista Xalberto lança o álbum de HQ: CONTOS DE NENHUM LUGAR. Feitas originalmente para a revista Balão, onde foram publicadas, em 73, as histórias foram todas redesenhadas para esta edição, reunindo histórias caracterizadas pelo clima surrealista.

1979 (EUA)Frank Miller assume a arte do personagem Demolidor (e, posteriormente, os roteiros), revolucionando suas aventuras. O ponto alto dessa fase ocorre com a introdução da personagem ELEKTRA.

1979 (EUA) - Pela DC, sai a minissérie WORLD OF KRIPTON, considerada aprecursora do conceito das sagas. A partir daí, a pretensão das HQ de super-heróis é se tornarem inesquecíveis.


1979 (BRASIL)A dupla João Bosco e Aldir Blanc compõe a música O BÊBADO E A EQUILIBRISTA, um hino pela anistia na qual Henfil e seu irmão Herbert de Souza, então no exílio, eram homenageados:...Meu Brasil, que sonha com a volta do irmão do Henfil, com muita gente que partiu no rabo de foguete. Chora, a nossa pátria mãe gentil, choram Marias e Clarisses, no solo do Brasil...

1979 (EUA)Berke Breathead, pseudônimo de um desenhista, cria a série BLOOM COUNTY com o pinguim Opus e sua ganguetrês garotos, o deputado Binkley, o filósofo Milo e o intelectual Oliver Wendell Jones. A tira é publicada no Washington Post. O desenhista traçou um painel completo da vida na América de Reagan, atuando para todos os lados. Seu assunto central sempre foi a mídia e seu efeito alucinógeno nas pessoas.


1979 (EUA)Frank Miller começa a desenhar a série Daredevil e lança sua inovação principal: as sutilezas psicológicas e sociais, motivações obscuras, personagens paradoxais. E, principalmente, personagens secundários subindo ao primeiro plano. O combate não era mais apenas entre bandido e mocinho. Entre eles, a gente comum da cidade aparecia, interferia, sofria. Sem Miller, ninguém se lembraria de que, quando os super heróis batalham pelos telhados, as telhas caem na cabeça de alguém... O herói pesadão e certinho, espécie de profissão liberal dos quadrinhos, tornou-se ágil, violento e meio neurótico, criando um conceito novo no esquema viciado das séries de super herói.

1979 (BRASIL)Watson Portela lança a série futurista PARALELA, via revista Spektro da editora Vecchi. Uma garota dos dias de hoje se encontra numa dimensão paralela a nossa, com um cangaceiro do século passado.

1979 (BRASIL)Uma preta velha, um monstrengo filho de satã e um garoto paranormal formam o TRIO DIABÓLICO em luta contra coronéis e poderosos. O desenho primitivista do pernambucano Mano traz sequências cinematográficas e roteiros apuradíssimos provocam arrepios até nos maisdurões leitores. Saiu na revista Spektro.


1979 (FRANÇA)Os belgas Jean-Claude Servais e Gérard Dewamme lançam na revista A Suivre a série TENDRE VIOLETTE (Terna Violeta), uma narrativa em torno de uma mulher rebelde, insubmissa e radicalmente adversa a regras de boa conduta. Vive sozinha no seio da floresta, com os animais e plantas como companheiros. Faz breves incursões pelas localidades das redondezas, mas no final volta ao seu casebre sem comodidades.

1979 (EUA)ETERNAL  CHAMPION, anti-herói, um ser que carrega o terrível estigma de ser um campeão amaldiçoado pelo deuses, criado por Michael Moorcock para a literatura de ficção científica ganha uma versão quadrinizada por Howard Chaykin para a Heavy Metal. A graphic novel Swords of Heaven Flowers of Hell apresenta o personagem com a cara de Burt Lancaster, e sua amada, Lady Gradesmore, como uma lânguida Sophia Loren. De for apelo visual, o mundo em ruínas por onde o campeão viaja, presente em quase toda a obra de Moorcock, tem a medida exata do período de infância do autor, passado entre os escombros da Londres devastada pela Segunda Guerra Mundial.

1979 (ESPANHA)Surge a revista EL VÍBORA, da editora La Cupula. Criada por José Maria Berenguer, com a ajuda do seu amigo Onliú, a revista vai reunir os mais importantes artistas da HQ underground espanhola. A Espanha com surpresa seus tabus serem demolidos por uma revista de HQ cheia de sex-drugs-rock and roll, violência e provocação.

1979 (BRASIL)Mozart Cunha do Couto começa sua carreira de quadrinhista nas páginas do gibi Neuros, da Grafipar, de Curitiba. Mais tarde, passa a publicar seus trabalhos nas revistas Spektro, Pesadelo e Histórias do Faroeste, da Editora Vechi.

-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home