16 maio 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (75)



1983 (EUA) - O desenhista norte americano Richard Fletcher, que desde 1977 vinha desenhando as historietas do detetive Dick Tracy, morreu no dia 16 de março num hospital de Woodstock, Illinois, aos 66 anos de idade, vítima de câncer. Fletcher havia assumido as hqs do famoso personagem deste que seu criador original, Chester Gould, se aposentara, em 77.

1983 (BRASIL) - A Proposta Editorial lança a coleção Conheça com Freud, Marx e Eisnstein em quadrinhos.

1983 (EUA) - No dia 29 de agosto, a editora Warren Publishing (que na década de 60 revolucionou os comics de terror com seus magazines Eerie, Creepy e Vampirella) foi declarada oficialmente fechada, com todo o mobiliário de seus escritórios, todo o estoque de números atrasados e mercadorias diversas leiloados publicamente. Todos os originais em poder da editora também foram para leilão. Depois disso, James Warren, que era o único dono da editora, deixou por completo o cenário das Hqs. A Warren faliu, em função de um certo esvaziamento de seus produtos mais criativos e de problemas administrativos.

1983 (EUA) - Falece no dia 03 de maio, aos 62 anos, após uma longa enfermidade a escritora Ruth A. Rocha. Ela produziu roteiros principalmente para a Fiction House. Escreveu, de 1941 a 54, inúmeras histórias para Sheena, Señorita Rio, Kaanga, Camila, Wambi, Ghost Gallery, Kayo Kirby entre outros.

1983 (ITÁLIA) - Falece, em outubro, Dino Battaglia, um desses desenhistas italianos de renome. Deixou uma obra bastante variada.

1983 (EUA) - Morre no dia 28 de outubro, aos 91 anos, Otto Messmer. Trabalhando sempre num quase anonimato, foi Messmer quem na realidade, criou o conhecido Felix the Cat para o estudio de desenho animado de Pat Sullivan. E foi ele também quem desenhou a revista de igual nome (1946 a 1955). Mas quem ficou com todas as glórias do personagem foi Pat Sullivan.

1983 (ESPANHA)Antonio Segura e Jordi Bernet cria KRAKEN. A criatura atua em Metropol, a cidade do crime. Trata-se de uma mutação nascida pela combinação de compostos químicos e detritos em putrefação, que habita os esgotos da cidade de alma suja, de onde é perseguida pelo tenente Dante, líder de um grupo de extermínio clandestino. A série foi criada na revista Metropol, passando em seguida para Zona 84.
tentacular


1983 (BRASIL)É fundada a ASSOCIAÇÃO DOS QUADRINISTAS E CARICATURISTAS, em São Paulo.

1983 (FRANÇA)O francês Philippe Bertrand cria LENDA. Em 84 é publicada em episódios na revista Pilote. Depois compendiada pela Dargaud francesa, em 1985. Ambientada numa simbologia pop, uma rearticulação de signos de consumo numa perspectiva erótica, quase erógena (sapatos, batons, lingeries, arquitetura e interiores), Lenda é construída num tom progressivo, com roteiro mínimo, feito de frases repetidas.

1983 (BRASIL)A Editora L&PM lança o livro AS ORIGENS DO CAPITÃO BANDEIRA, de Paulo Caruso e Racif Jorge Farah. Branco, sem cultura. Tem defeitos, crenças e cultiva algumas tradições. Ingênuo. Um super-herói tropical, mistura de Carlos Gardel caboclo com um Ghandi tupiniquim. Assim é o Capitão Bandeira. Em 64 páginas, os autores contam a história de um herói cujo lema é errar sempre, um malandro normal, mas difícil de seguir os passos.

1983 (FRANÇA)Estreia na revista francesa (A Suivre) onde circularam durante seis anos, a trilogia medieval OS COMPANHEIROS DO CREPÚSCULO, assinada por François Bourgeon. A ação se passa na França, durante a Guerra dos Cem Anos, e narra a odisséia onírica de um cavaleiro de rosto deformado pelas campanhas e seus escudeiroso covarde Anicet e a feiticeirinha Mariotte, que acaba se revelando a personagem forte do trio. Em suas viagens pelo Bosque das Brumas e pela cidade Glauca, os errantes deparam-se com dragões e duendes. O toque verossímel é dado pela documentação em que Bourgeon (o mesmo do premiado épico Os Passageiros do Vento) se calça para recriar usos e costumes da época, o que lhe valeu um livro-homenagem, publicado pelo governo francês. A Meribérica, de Portugal, editou os três álbuns da série.
 
1983 (BRASIL)Depois do sucesso em livro e peça teatral, O ANALISTA DE BAGÉ, de LuísFernando Veríssimo chega aos quadrinhos, pelas mãos do desenhista Edgar Vasquez. O livro, primeiro da série Quadrinhos, da editora gaúcha L&PM, reúne dezcausosdo famoso analista com seus índios velhos pirados. A obra revela não apenas o seu método terapêutico infalível (o joelhaço), mas, de maneira bastante didática, fornece receitas para casos incuráveis. Vasques diz que criou o Analista baseado na figura do humorista gaúcho Guaracy Fraga.

1983 (EUA)Começa o segundo grande período da revista O Monstro do Pântano, quando surge o sangue do inglês Alan Moore e dos desenhistas americanos Stephen Bissette e John Totleben se misturou. Moore tornou a série muito mais complexa. Em sua versão, oheróinão é mais o homem, o cientista Alex Holland, vítima de uma reação química nos pântanos de Louisiana, mas, sim, o mostro criado naquele acidente, que nunca foi humano, a não ser em seus desejos. Os desenhos de Bissette e Totleben, por sua vez, criaram um background visceral, enchendo as páginas de insetos repugnantes e entranhas reviradas. Os quadrinhos de horror nunca foram tão gráficos. O número 29 da saga escrita por Moore foi um choque com o Comics Code. As páginas 21 e 22 apresentavam Abnigail, a amante humana do Monstro do Pântano, cercada por um grupo de zumbis, moscas em volta de seus cérebros expostos. A DC publicou a revista sem o  selinho de aprovação do código de ética. A partir de então, Moore, Bissette e Totleben não pararam de evocar situações cada vez mais repugnantes. As vendas aumentaram. E logo novas revistas seguiram a onda, formando o que é hoje conhecido como mercado de quadrinhos adultos.

1983 (URUGUAI)Surge em Montevidéu a revista GUAMBIA (que significa Cuidado), após o desaparecimento da revista El Dedo, podada pelo regime militar do Uruguai.

-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.


0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home