09 maio 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (70)




1979 (EUA)Estreia nos jornais americanos, em 25 de junho, a série LATIGO. Era Stan Lynde de volta aos quadrinhos. Latigo era um faroeste sério e mais violento que Rick O´Shay, mas cheio de lições de moral e até mesmo de religiosidades. Erles refletia as próprias reflexões de Stan, que estava se voltando de maneira intensa à religião.

1979 (EUA)Frank Thorne cria para o magazine 1984, da editora Warren, GHITA d´ALIZZAR. Loura, olhos expressivos e biquini provocante, ela saiu dos bordéis da vila de Alizarr, trocou sua alma por uma espada forjada no inferno e incorporou semi-trolls (criaturas extraídas da mitologia nórdica) ao exército que montou para declarar guerra ao inspirador Nergon, um sórdido ditador. Com o desaparecimento da empresa Warremn, Ghita transferiu-se para a Pacif Comics, onde ganhou títulopróprio.


1979 (EUA)ELRIC, o albino e meio atrofiado que depende de sua poderosa magia para sobreviver (ele tira a sua força de uma espada encantada, Stormbringer) nasceu ficção literária da revista britânica Science Fantasia a partir de 1961. Seu criador: Michael Moorcock. Dezoito anos mais tarde, Moorcock ganha sua primeira adaptação para os quadrinhos. Na revista Star Reach, publicada pela Heavy Metal. Seu desenhista era o jovem Howard Chaykin. A série inspirou dezenas de bandas de rock dos anos 70 como Blue Oyster Cult e Deep Purple.

1979 (BRASIL)Na Bahia uma efervescência do grafite: Mancha, Men, Zezin, Baldeação. Inspirado em uma foto de Roberto Carlos com a família, Miguel Cordeiro cria nos muros das paredes, FAUSTINO. As frases são inteligentes e contemporâneas na sua filosofia de criticar a classe média. Seus traços, embora sejam gestuais e pareçam simples, traduzem uma maturidade plástica. A simplificação é uma frase madura de um artista. Um outro grupo começa a pichar os muros com o nome do MANCHA. O grupo BaldeAção prefere os poemas ao invés de recados diretos

1979 (BRASIL)No Salão Internacional de Humor de Piracicaba uma sala especial é dedicada ao humorista norte-americano Saul Steinberg.

Nas décadas de 60 e 70, muitos desenhistas se tornariam célebres nas histórias de super-heróis: além dos citados Jack Kirby, John Buscema, Neal Adams, Frank Miller, Dave Gibbons e Barry Windsor Smith, podemos citar também os nomes de Jim Steranko, Berni Wrightson e Gil Kane, para citar alguns.

Outro destaque da década é Jean Giraud, o Moebius. Nos anos 60, ele trabalhava com o western Tenente Blueberry. Ao adotar o pseudônimo artístico, Moebius passa a tratar de temas fantásticos e poéticos, sobretudo nas histórias publicadas nas revistas Metal Hurlant, que ele ajudou a fundar, e Heavy Metal (suas principais obras nessa temática são: Garagem Hermética, Arzach e a célebre O Incal, com texto do chileno Alejandro Jodorowsky).



PERÍODO DO QUADRINHO AUTORAL NA DÉCADA DE 80 (1980-1989) ----------------------

É a época em que se cristaliza o conceito dosquadrinhos adultos: as edições tornam-se maisluxuosas e as histórias mais violentas. A arte dos álbuns de luxo ficaria mais requintada, com o uso de técnicas como a aquarela e a colagem. Os japoneses começam a se tornar conhecidos no mercado ocidental (as obras publicadas no Japão anteriormente citadas chegam ao ocidente a partir do final da década de 80), e aparecem como os maiores produtores e consumidores de HQ, ao lado dos americanos. Aliás, dali em diante, a produção japonesa influenciaria a ocidental. Destaques:


1980 (FRANÇA)Enki Bilal, artista nascido na Iugoslávia, inicia sua TRILOGIA NIKOPOL (composta por Os Imortais, A Mulher Enigma e Frio Equador), a mais conhecida da vasta obra de ficção científica do autor (e que foi adaptada, em 2004, para o cinema - Immortel, escrito e dirigido pelo próprio Bilal.

1980 (BRASIL)No dia 09 de agosto o desenhista Maurício de Sousa começa a colocar uma faixinha preta em suas tiras da Mônica, Bidu, Chico Bento e outros quadrinhos. Foi a forma que ele encontrou para protestar contra o clima terrorista que provocava incêndios nas bancas de jornais de algumas cidades brasileiras.Apesar de minhas histórias não se engajarem politicamente, achei que enquanto entretinha as pessoas, podia fazer uma crítica velada àquela situação. Era o começo d abertura e havia uma pressão geral contra a imprensa, disse ele.
 
1980 (FRANÇA) - O INCAL. A editora francesa Lês Humanóides Associes lança a série com roteiro de Alexandro Jodorowsky e desenhos de Moebius. Conta a saga do detetive de classe R (inferior) John Difool que se torna, por acaso, o portador do Incal (luz, símbolo do bem) em seis álbuns e centenas de páginas. A série é um dos clássicos mais influentes da atualidade. O visual inspirou filmes como Matrix, O Segredo do Abismo e O Quinto Elemento. É a história gira em torno do detetive John Difool, que termina possuindo um objeto que todo o universo deseja.

1980 (BÉLGICA) - No dia 19 de junho, aos 66 anos, morria o desenhista belga Joseph Gillain, mais conhecido por Jijé. Ele foi um dos criadores da famosa revista Spirou, para a qual colaborou com várias histórias (Freddy et Fred, Blondin et Cirage, Spirou, Jean Valhardi etc). Jijé conseguiu trabalhar tanto com o comico (estilo caricatural) como o serio (estilo realista).

1980 (BRASIL) - Watson Portela muda-se para Curitiba onde passa a super produzir quadrinhos eróticos para as revistas da Grafipar, e cria a série Vôo Livre, o super herói Laser, o selvagem Ty-Rex e a historieta Xanadu, uma fábula com duendes, toda desenhada sob a angústia de uma pneumonia.

-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.


0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home