31 julho 2013

Bairros de Salvador (8)



ENGENHO VELHO DA FEDERAÇÃO


Como o nome diz, era um engenho de cana-de-açúcar no século XVII, para onde foram levados muitos escravos negros africanos. Passados os séculos, o bairro guarda peculiaridades de suas origens: população negra numerosa e bom número de terreiros. São 23 casas de santo pertencentes às três principais matrizes da religião africana: angola, gegê e ketu.

FEDERAÇÃO

O bairro da Federação surgiu a partir da urbanização de fazendas, muitas das quais existentes no século 19. O bairro cresceu e passou a abrigar condomínios, inicialmente de até quatro andares e, depois, espigões. Por sua localização topográfica elevada, foi escolhida pelos técnicos do grupo Diários Associados para instalação, em 1960, da primeira emissora de televisão da Bahia, a TV Itapoan. A vocação do bairro para abrigar as estações e torres de televisão se consolidou com a inauguração da TV Aratu, em 1969.

Muitos moradores escolheram morar na Federação porque o acesso às principais regiões da cidade é facilitado pela localização central do bairro. A parte elevada do bairro abriga as melhores moradias e o vale deu origem a um outro bairro, o Engelho Velho da Federação, caracterizado pela ocupação informal, pobreza e falta de planejamento urbano. Englobando o Alto das Pombas, a porção mais favelizada do lugar, São Lázaro, Alto do Sobradinho e Parque São Brás, a Federação ocupa, uma área de 229 hectares que abriga uma população de quase 60 mil pessoas. A Federação se limita com os bairros do Canela, Graça, Rio Vermelho e as avenidas Garibaldi e Vasco da Gama.

Por ser central, a Federação funciona como uma espécie de conexão para os mais diversos pontos da cidade, uma vez que fica no centro sem estar no Centro. Sua posição geográfica faz com que esteja próximo do Rio Vermelho, da orla, Ondina, Barra, Campo Grande. Além do Iguatemi, avenida Tancredo Neves e Paralela. As suas vicinais guardam surpresas para o visitante, como o vagão de trem, hoje cercado por um roteiro, onde existia o bar Rumbaiana, na Rua Almirante Barroso. O Cemitério do Campo Santo, fundado no século 19, abriga mausoléus de inestimável valor arquitetônico e restos mortais de personalidades baianas.

Símbolo de um bairro que abriga faculdades e escolas, o prédio da Escola Politécnica, na Federação, é centro de difusão de ciência e tecnologia. A Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBa e a Igreja de São Lázaro estão situados na estrada de São Lázaro onde abriga condomínios de alto padrão com direito a uma vista panorâmica para o Atlântico.

O bairro divide espaço com luxuosos condomínios e favelas. Na parte elevada estão as melhores moradias e o vale deu origem a um outro bairro, o Engenho Velho da Federação, caracterizado pela ocupação informal, pobreza e falta de planejamento urbano. Englobando o Alto das Pombas, a porção mais favelada do lugar, São Lázaro, Alto do Sobradinho e Parque São Brás, a Federação ocupa, uma área de 229 hectares que abriga uma população de quase 60 mil pessoas. A Federação se limita com os bairros do Canela, Graça, Rio Vermelho e as avenidas Garibaldi e Vasco da Gama.

-----------------------------------------------------


Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública) e na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929)

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home