25 julho 2013

Bairros de Salvador (4)



BROTAS

Com 11km2, o bairro de Brotas é um dos maiores e mais antigos de Salvador (fundado em 1718). Ricos e pobres dividem o espaço em partições definidas e invioláveis, embora muito próximas. Sua localização privilegiada, somada à sua infra estrutura, explica o fato de ser um dos bairros mais populares da cidade. Com sua paisagem urbana versátil, mesclada de antigas residências e modernas empreendimentos, Brotas guarda no seu cartão postal edificações históricas como a Igreja de Nossa Senhora de Brotas (1714), e o Solar Boa Vista (1824), onde o poeta Castro Alves passou a sua infância e, também, funcionou a Prefeitura de Salvador, entre os anos de 1983 e 1985.


A sofisticação dos luxuosos condomínios e mansões que desembocam da Rua Waldermar Falcão contrasta com as vielas e casas sem reboco da favela Padre Eloy, no Ofonjá e não muito distante dali. A Avenida Mário Leal Ferreira, mais conhecida como Avenida Bonocô, corta da planície o montanhoso bairro: de um lado, Campinas, Brotas, Horto, Acupe, Galés, todos interligados pela 3,5 quilômetros da estreita Avenida Dom  João VI. Do outro, Luiz Anselmo, Matatu, Vila Laura, Vila Verde e Cosme de Farias e suas ramificações. No miolo do bairro, concentra-se um variado comércio, formado por bancos, farmácias, lojas de eletrodomésticos, material de construção, delicatessens, supermercados, shoppings, além de escolas, clínicas e hospitais. O local é um celeiro da vida cultural de Salvador.

Foi do Cardeal que Carlinhos Brown criou seu estilo único, hoje nacionalmente conhecido. Ali, mantém a Pracatum, escola criada por ele e que atende crianças de baixa renda que vivem no Candeal. Outra figura de destaque no bairro foi o mestre Bimba, criador da capoeira regional e fundou sua academia em 1932, no Engenho Velho de Brotas. Tem ainda a agremiação junina Kaké. A antiga Quinta das Beatas (pertencente a uma freira católica) batizou o local como Cosme de Farias, o lendário major que notabilizou-se na defesa da população pobre e no combate ao analfabetismo.

Localizado no Largo dos Paranhos, a Igreja Matriz de Brotas, que abriga a padroeira N.S.das Grotas. Há ainda no bairro a sede do Núcleo Assistencial de Apoio à Criança com Câncer e o Grêmio de Reintegração do Idoso e de Deficientes, além da moradia do artista plástico Pierre Verger, transformado em um centro cultural, visitado pela comunidade local e turistas. Inaugurado em 1982 com uma área de 35 mil metros quadrados, tem o Parque Boa Vista, no Engenho Velho de Brotas, e situado ao lado do solar de mesmo nome, uma importante área de lazer do bairro. O Solar foi moradia do poeta Castro Alves. Outras referências de Brotas: o Hospital Aristides Maltez, especializado no atendimento de pacientes do SUS portadores de câncer, e o Instituto Guanabara, instituição que assiste crianças e adolescentes com problemas de deficiência mental e distúrbios de comportamento.

CABULA

O bairro fica em lugar alto e estratégico, com saída para as principais avenidas da cidade como a Paralela, Antônio Carlos Magalhães e Edgar Santos. É o bairro mais alto da cidade, o que faz dele um local bastante ventilado e agradável, dotado de completa infra estrutura, a exemplo de hipermercados, universidades, bancos, escolas e shopping. O Cabula fica situado a leste do Acesso Norte, ou seja, rodoviária que liga Salvador a Feira de Santana, e que movimenta a economia da capital baiana. Por causa dessa proximidade o bairro é dotado de ofertas de serviços, o que chama atenção da classe media pela facilidade de agregar moradia, educação e trabalho num lugar.

A quantidade de instituições de ensino presentes no bairro é uma mostra da variedade de serviços existentes: Universidade Estadual da Bahia e a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, além do Colégio Anchieta e oferta de colégios públicos como o Polivalente do Cabula. Farmácias, supermercados, concessionárias de automóveis, empresas de materiais de construções completam essa gama de ofertas. Com a construção do complexo Horto Bela Vista, que contempla o Shopping Bela Vista, inaugurado em julho de 2012 que a vizinhança do local foi impulsionada. Atualmente, o bairro se encontra entre os sete mais procurados param morar em Salvador, que são: Costa Azul, Pituba, Brotas, Paralela, Cabula, Imbuí e Itaigara.
--------------------------------------------------------------


Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública) e na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929)

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home