18 abril 2021

Roberto Carlos comemora 80 anos

 

Cantor, compositor, Roberto Carlos (1941) sustenta até hoje o título de “rei”. Nesta segunda, dia 19 de abril, ele comemora 80 anos. Entre os novos lançamentos biográficos do rei estão Roberto Carlos: Por isso essa voz tamanha, de Jotabê Medeiros da Editora Todavia e Quem Acabar Comigo. Jovem Guarda ao trono, a trajetória de Roberto Carlos na visão da crítica musical, de Tito Guedes, da Editora Máquina de Livros. É um dos artistas mais bem-sucedido, financeiramente, do Brasil e um dos mais longevos, com mais de 60 anos de carreira, que podem ser agrupados em diferentes fases. Na primeira (1959-1963), aproxima-se da bossa nova, com gravações que mesclam signos modernos a valores conservadores. Na fase iê-iê-iê3 (1963-1968), apresenta as primeiras contribuições para a música brasileira, lançando-se como compositor. E revela tino empresarial, sendo um dos detentores da marca Calhambeque, criada pelo publicitário Carlito Maia para financiar o programa Jovem Guarda.

 

A terceira fase do cantor (1968-1971) é marcada por sua aproximação do soul e da black music. Sua aceitação definitiva pela MPB é em 1978, quando Nara Leão (1942-1989) grava um disco só com canções dele e de Erasmo. No início dos anos 1970, inicia a última fase, dedicada à música romântica com a qual se identifica para sempre. A partir de 1980, explora o filão sertanejo. Somente na segunda metade dos anos 1990, as regravações superam as inéditas, até a estagnação autoral quase completa, quebrada em 2012 pelo sucesso Este Cara Sou Eu. Em 2001, busca conquistar os jovens com o álbum Acústico MTV, que o transforma em artista cult. A longa e variada produção do cantor, que compõe mais de 500 músicas e é gravado por artistas de diferentes gerações e estilos – da MPB ao brega, do rock ao samba, da música instrumental ao pop internacional –, reforçam a tese de Caetano Veloso de que Roberto Carlos é “a cara do Brasil”.

 


Seu primeiro disco, "Louco por Você", foi lançado em 1961 e é marcado pela influência da bossa nova. Roberto Carlos nunca permitiu que o álbum fosse reeditado. A partir daí passou a investir, com apoio da gravadora CBS, no incipiente mercado de música jovem. Para isso juntou-se ao amigo Erasmo e passou a fazer versões e compor músicas como "Splish Splash", "O Calhambeque", "É Proibido Fumar" e outras que visavam ao filão juventude transviada, criando o primeiro movimento de rock feito no Brasil.

 

Em 1965 estreou, ao lado de Erasmo e Wanderléa, o programa Jovem Guarda, na TV Record, que daria nome ao movimento. O desafio do programa era manter a elevada audiência das tardes de domingo, até então garantida pela transmissão dos jogos de futebol e agora ameaçada, já que as transmissões haviam sido proibidas. O programa não só manteve a audiência, como conseguiu aumentá-la.

 

Roberto Carlos foi um dos primeiros ídolos jovens da cultura brasileira. Na época, com cabelos longos, roupas à moda Beatles e utilizando-se de mitos do universo do jovem urbano, como o carro e a velocidade e falando muitas gírias, virou o ídolo de uma juventude influenciada pelo recém-surgido rock and roll norte-americano e inglês. Além do programa e dos discos, estrelou filmes, inspirados no modelo lançado pelos Beatles nos anos 60. O primeiro longa, "Roberto Carlos em Ritmo de Aventura", foi lançado em 1967, seguido por "Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-rosa" e "Roberto Carlos a 300km por Hora". Nos anos 70, com o esmorecimento do movimento da Jovem Guarda, muda de estilo e torna-se um cantor e compositor basicamente romântico. Foi a partir daí que seu público-alvo deixou de ser o jovem e passou a ser o público adulto. Nessa linha, seus grandes sucessos são "Detalhes", "Emoções", "Café da Manhã", "Força Estranha", "Guerra dos Meninos", "Fera Ferida", "Caminhoneiro", "Verde e Amarelo". Recentemente passou a dedicar-se mais ao filão religioso de sua obra, com o sucesso da música "Nossa Senhora".

 


Desde 1961 Roberto Carlos conseguiu a incrível façanha de lançar um disco inédito por ano, interrompida apenas em 1999 por causa da doença de sua então esposa, Maria Rita, que viria a falecer. Nos últimos anos esse lançamento acontece invariavelmente no Natal. Roberto Carlos vendeu milhões de cópias de discos, gravou em inglês, em castelhano e em diversos países, fez milhares de shows pelo mundo e teve diversos artistas regravando suas músicas. Seu fã clube é um dos maiores do planeta. Roberto Carlos vendeu milhões de cópias de discos, gravou em inglês, em castelhano e em diversos países, fez milhares de shows pelo mundo e teve diversos artistas regravando suas músicas. Seu fã clube é um dos maiores do planeta.

 


O CD “Pra Sempre”, gravado em 2004, foi uma pequena amostra do resultado de anos de sucesso na carreira do “rei”, que lotou todos os shows. O álbum “Roberto Carlos” foi lançado em 2005, e novamente com sucesso. Dessa vez, o repertório foi composto por músicas de outros compositores, entre os gêneros romântico e sertanejo. Dezenas de artistas já fizeram regravações de suas músicas. Já lançou discos em espanhol e inglês, em diversos países.


Um comentário:

Jason Adams disse...

This is awesome, thanks for the share.
Also, visit our website if you are looking for assistance with your nursing assignment:

Nursing Assignment Help