12 fevereiro 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (26)



1938 (EUA) - É criada a revista DETECTIVE COMICS, onde os heróis mais detetivescos daeditora eram publicados, daria nome, posteriormente, a DC Comics. A editora Detective Comics Inc (que depois mudou o nome para National Periodical e acabou voltando às iniciais DC) lança no 27 (maio) da revista Detective Comics, Batman. Desenhos de Bob Kane e história de Bill Finger. Confessadamente inspirado por personagens dos livros de bolso, como The Shadow, e pelo vilão da versão cinematográfica de The Bat, romance policial de Mary Roberts Rinehart.


1938 (EUA) - O roteirista Jerry Siegel e o desenhista Joe Shuster, dois adolescentes americanos criam em 1933, SUPERMAN. Durante cinco anos eles visitaram os syndicates (distribuidoras de material para empresa) recebendo sempre a mesma resposta:Fantástico demais.... Até que, em 1938, J.S.Liebowitz, editor de revistas mensais de quadrinhos (que ainda eram poucas, na época), aceitou publicar uma série de aventuras em continuação numa nova revista de ação em quadrinhos. E em junho estreava o Super Homem na revista Action Comics.

Eram os tempos da Grande Depressão, e o sonho de ter uma dupla identidade, uma segunda vida emocionante e gloriosa por baixo do paletó e gravata do sofrido dia a dia, fascinou o país. Além do mais, a profissão de Chark Kent, sua identidade secreta, era a de jornalista, ocupação encarada popularmente com muito romantismo.  O Superman foi o personagem mais copiado e o que mais inspirou as inúmeras gerações de criadores de HQ de super-heróis. Em meio século de vida, ele saiu dos gibis, ganhou as ondas do rádio, as telas do cinema e datelevisão, e passou por grandes reformulações.


Ele é o arquétipo do herói de quadrinhos. Passou por várias modificações durante os anos de existência. Seus poderes cresceram, chegando a proporções extraordinárias: voava, era invulnerável a tudo menos à kryptonita (fragmentos da destruição de Krypton, seu planeta natal), possuía visão de raios X e outros superpoderes. Era os tempos da Grande Depressão, e o sonho de ter uma dupla identidade, uma segunda vida emocionante e gloriosa por baixo do paletó e gravata do sofrido dia-a-dia, fascinou o país. A profissão de Clark Kent, jornalista era encarada popularmente com muito romantismo. Os criadores ficaram na miséria. O Super-Homem, o último sobrevivente do longínquo planeta Krypton, é capaz de voar e é dotado de poderes sobrenaturais com sua visão de raio X.

1939 (EUA) - Em maio, na revista Detective Comics aparecia um novo herói. Mascarado, era produto da dupla Bob Kane (desenhista) e Bill Finger (roteirista). Pouco tempo depois da estreia, a dupla de criação, a qual se juntou o jovem desenhista Jerry Robinson, criou um companheiro de aventuras para BATMAN. A figura de ROBIN, com suas roupas nas cores vermelha, amarela e verde, viria a criar espaço para diálogos durante as aventuras, ao mesmo tempo que permitia a identificação da faixa mais jovem do público com um dos elementos da famosa Dupla Dinânica. Unidos pela orfandade e pela causa comum de combate ao crime. Assim como Super Homem dominava Metrópolis, Batman estava nos céus de Gotham City com o companheiro de aventuras Robin. Alvo de acusações de homossexualismo. Desencadeou uma série de super heróis e dupla identidade. O mundo visual de Bob Kane muito devia ao Expressionismo Alemão, com sombras exageradas e seus planos caligalescos. Décadas depois, o maior herói da DC é um dos mitos mais multimídia do planeta e, consequentemente, um dos que mais arrecada dinheiro.

1939 (EUA) - A editora Timely, de propriedade de Martin Goodman, lança a revista Marvel Comics no. 1, onde debutam NAMOR, o príncipe submarino, criação de Bill Everett, e TOCHA HUMANA, de Carl Burgos (Namor, entretanto, havia aparecido, meses antes, na revista Motion Pictures Funnies Weekly, a ser distribuída nos cinemas, no entanto sem êxito. A história dessa revista foi, depois, ampliada para o lançamento na Marvel Comics no. 1. A Timely, mais tarde, origina a Marvel Comics.

---------------------------------------------

Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.



0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home