20 agosto 2014

Nossas origens cósmicas: somos poeira das estrelas (3)



Ar, árvore, sol e terra são vitais para nossa existência assim como nosso coração, pulmões, fígado erins. Não seríamos capaz de existir na ausência de qualquer um deles. Nossa existência e ligação com o ecossistema vão além de palavras.

A lei da transformação é que devolve a sua essência, um processo ativo muito reais em nossa vida. Nosso corpo está constantemente em movimento, se alimentando e reinventando. No nível de moléculas e átomos, temos uma pele nova por mês, um novo esqueleto a cada três meses, um novo revestimento gástrico a cada quatro dias e um novo fígado a cada seis semanas. Nosso DNA é reciclado a cada seis semanas no nível de carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio.

No plano emocional estamos constantemente mudando por causa da rede de lembranças, esperança, desejo, relações e interações na qual estamos envolvidos.A realidade é um ato percepçãodiz um ditado oriental. Quando tomamos consciência dessa percepção, ganhamos controle de nossa realidade. Assim, a capacidade de manobrar nossa própria percepção (ou ponto de vista) é a arte de mudar de forma. Para haver transformação é preciso equilíbrio. Cada habilidade que aprendemos nos leva mais adiante no caminho para utilizar todo nosso potencial.

É preciso descobrir que nossa consciência é a consciência do universo, nossa mente é parte do universo. Afinal, nosso corpo é feito de 1 trilhão de célulasmais que o número de estrelas e planetas na Via Lactea. Cada uma faz cerca de 6 trilhões de coisas por segundo, e toda célula sabe instantaneamente o que as outras células estão fazendo. Essa é a mágica, o mistério e a alquimia da existência.

Reconheça e questione suas crenças limitadoras. Se você tem um crença limitada, ela se tornará sua realidade. Seu verdadeiro poder é o da presença e o controle de seus sentidos. Mas não é possível adquirir essas habilidades sem dominar as leis do equilíbrio e da transformação.

O poder vem do interior, e quando integrado e compreendido corretamente, se expressa fisicamente de uma forma visível. O poder interior vem de conhecer a verdadeira mecânica do universo, e interconexão de todas as coisas se elevando juntas. podemos aprender como exercer o poder quando podemos realmente ter uma consciência. De onde viemos antes de nascer e para onde vamos quando morremos, e o que reside dentro de nós silenciosamente por toda a nossa vida. O poder flui por meio de nós quando estamos conectados com o momento, ligados na fonte mais profunda da qual toda experiência, todo conhecimento e existência emergem e ao qual retornam.

Esteja atento a sua respiração, sensações, sons, visões, formas, cores, gostos, cheiros. Pratique a meditação consciente e seja íntimo da inteligencia da natureza todo o tempo. A natureza exibe leis e inteligencia em ação. Caminhe pelo parque, para a floresta, é sua fonte. Não analise, não avalie, não classifique, não julgue nem descreva. Apenas observe e seja. A inteligência da natureza fluirá porvocê.

Quando a pequena luz se apaga, a célula perde energia e então decide retornar para as estrelas, de onde um dia partiram. E esse ciclo se repete pela eternidade, vida e morte, morte e vida no princípio meio e fim

Essa é a nossa origem. E se você se interessou pelo assunto e deseja se aprofundar mais, vale a penar ler esses livros: Origens, de John Gribbin, A Aurora Cósmica, de Erick Chaisson, O Código Cósmico, de Heinz Pagels, Cosmos, de Carl Sagan, O Tear Encantado, de Robert Jastrow, Uma Nova História do Tempo, de Stephen Hawking e Leonard Mlodinow, O Universo numa Casca de Noz, de Stephen Hawking, História Natural dos Sentidos, de Diane Ackerman, As 7 Leis Espirituais dos Super Heróis, de Deepak Chopra, A Dança do Universo, de Marcelo Gleiser, A Harmonia do Mundo, de Marcelo Gleiser, e Poeira das Estrelas, de Marcelo Gleiser.


Somos criaturas solares,
dependemos do sol para sobreviver
Não somos um sistema fechado,
trocamos energia uns com os outros,
reciclando a vida até morrer.

É preciso olhar para as coisas
de modo diferente
para admirá-las em sua plenitude
e viver com toda virtude.
Assim o sol irá brilhar
em toda nossa juventude.

HUMOR GRÁFICO NA BAHIA
Uma exposição com as obras dos precursores do grafismo baiano (cartum, caricatura, charge e quadrinhos) até os dias atuais é de grande necessidade para o grande público (jovem e adulto).

É necessário apresentar ao público a história desses artistas que continuam invisíveis e são importantes no registro dos acontecimentos históricos e sociais.


Por esse motivo, vamos apresentar em 2015 uma grande exposição de humor gráfico na Bahia e queremos a participação de todos os artistas.

Paraguassu, K-Lunga, Tischenko, Sinézio Alves, Fernando Diniz, Theo, Lage, Setubal, Nildão, Ruy Carvalho, Cedraz, Cau Gomez, Bruno Aziz, Valterio, Flavio Luis, Luis Augusto, Valmar Oliveira, Andre Leal, Angelo Roberto, Eduardo Barbosa, Gentil, Jorge Silva, Carlos Ferraz, Helson Ramos, Hector Salas, Tulio Carapiá, Sidney Falcão são alguns dos artistas cujas obras estarão na mostra.
Participe, colabore. Contato: gutecruz@bol.com.br
-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home