21 agosto 2014

Fio Vermelho, uma lenda chinesa (1)



O fio vermelho do destino ou fio vermelho é uma lenda chinesa. De acordo com este mito, os deuses amarram uma corda vermelha invisível ao redor dos tornozelos dos homens e mulheres que estão destinados a ser a alma gêmea um do outro. Segundo a lenda chinesa, a divindade a cargo do "fio" acredita-se ser Xia Lao Yue (muitas vezes abreviado para "Yuelao", o antigo deus lunar casamenteiro, que é também responsável por casamentos.


A lenda , desde então, também se tornou um mito popular na cultura japonesa e história fala sobre um fio invisível que é amarrado no dedo mindinho de duas pessoas que estão destinadas a viverem juntas para sempre. É como uma ligação espiritual que representa o amor eterno.

É por causa dessa lenda, que no Japão as pessoas fazem alianças com uma linha vermelha dentro ou dão como presente de dia dos namorados uma pulseira feita de lã vermelha.

A teoria de que todos nós estamos conectados soa bem interessante, e plausível, já que nossas atitudes interferem na vida de outras pessoas, claro que com intensidades diferentes.

Na história da série Touch, um menino autista (Mazouz) é capaz de ver o passado e prever o futuro de pessoas que nem conhece, mas ele só consegue se expressar através de números. Tentando se comunicar com o filho, Martin (Kiefer Sutherland) conta com a ajuda do professor Arthur DeWitt (Glover), um especialista em crianças superdotadas, e de uma assistente social (Mbatha-Raw).
Todo dia, todo momento, em todo nanossegundo o mundo muda. Elétrons batem uns nos outros e  reagem. Pessoas colidem e mudam o caminho umas das outras.
Mudança não é fácil. Constantemente, é complicado e difícil. Mas talvez seja uma coisa boa. 
Porque a mudança é o que nos fortalece. O que nos torna resistentes. E nos ensina a evoluir.
Somos todos parte deste mosaico infinito, cada cela um único favo de mel. E mesmo que partes individuais do quebra cabeça nunca se toquem, todas formam um grande mosaico. Como tijolos na parede, o todo é mais forte por cada tijolo. Tire um, e tudo cai. Apesar de não percebermos, a integridade da parede é testada diariamente. Mas a parede se sustenta… pelo apoio coletivo de todos.


Apesar de toda nossa tecnologia de comunicação, nenhuma invenção é tão eficiente quanto o som da voz humana.
Quando ouvimos a voz humana, instintivamente queremos ouvi-la, esperando entendê-la.
Mesmo quando o locutor está procurando as palavras certas. Mesmo quando tudo que ouvimos são gritos, choros, ou cantos.
É porque a voz humana soa diferente de tudo no mundo.
Por isso ouvimos cada pessoa no meio de uma orquestra. Sempre ouvimos o cantor, não importa o que o rodear.

Jake

Sete bilhões de pessoas em um planeta pequeno… flutuando na vastidão do espaço. Sozinhas.
Fazermos parte disso é o grande mistério da nossa frágil existência. Talvez ser solitário no universo é o que nos mantém unidos… o que nos faz precisar do outro por motivos pequenos… criando um entrelaçamento quântico de você… de mim… de nós. E se isso for verdade,vivemos em um mundo onde tudo é possível.

O quanto a vida de todas as pessoas estão ligadas? A teoria dos 6 graus diz que todos nós estamos ligados de alguma forma em até 6 graus de separação, cada grau representando uma pessoa. Essa teoria já valeu série e valeu filme.

Só que foi em Touch que a ligação entre todos nós foi melhor mostrado, ainda que não por meio dos tais 6 graus de que falei, mas por meio da teoria da linha vermelha, conforme bem explicou a Suzana ali embaixo nos comentários: a perda de um celular, um ato de segundos, foi capaz de ligar pais que perderam sua filha, uma garota que pode se tornar um sucesso como cantora e um pai e filho que não se comunicam. Se eu tivesse que falar de apenas uma coisa no episódio piloto desta serie seria sobre isso.


------------------------------------------------------------
HUMOR GRÁFICO NA BAHIA
Uma exposição com as obras dos precursores do grafismo baiano (cartum, caricatura, charge e quadrinhos) até os dias atuais é de grande necessidade para o grande público (jovem e adulto).
É necessário apresentar ao público a história desses artistas que continuam invisíveis e são importantes no registro dos acontecimentos históricos e sociais.

Por esse motivo, vamos apresentar em 2015 uma grande exposição de humor gráfico na Bahia e queremos a participação de todos os artistas.
Paraguassu, K-Lunga, Tischenko, Sinézio Alves, Fernando Diniz, Theo, Lage, Setubal, Nildão, Ruy Carvalho, Cedraz, Cau Gomez, Bruno Aziz, Valterio, Flavio Luis, Luis Augusto, Valmar Oliveira, Andre Leal, Angelo Roberto, Eduardo Barbosa, Gentil, Jorge Silva, Carlos Ferraz, Helson Ramos, Hector Salas, Tulio Carapiá, Sidney Falcão são alguns dos artistas cujas obras estarão na mostra.
Participe, colabore. Contato: gutecruz@bol.com.br
-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home