08 março 2016

O desejo feminino de poder (03)



Foi somente no século XIX, quando o Poder passou a ser decidido em eleições, não mais através de heranças, que as mulheres desapareceram do cenário governamental, excluídas sob o argumento de que não foram feitas para isso. A Democracia foi mais eficiente que o Feudalismo para eliminar o Poder feminino.

1960
SIRIMAVO BANDARANAIKE – Viúva do chefe de governo assassinado do Ceilão torna-se a primeira premier do mundo. Ela levou o país à independência.

1966
INDIRA GANDHI – Tem atrás de si a mais poderosa dinastia de políticos da Índia. Por duas vezes (1966 e 1984) primeira ministra, até ser assassinada por sikhs fanáticos

1969
GOLDA MEIR – Primeira mulher a ocupar o cargo de primeira ministra de Israel (1969-1974). Perde a chance de promover conversações de paz e acaba or renunciar.


1974
ISABEL PERÓN – Peron eleito pela terceira vez presidente da Argentina, nomeia sua mulher como vice presidente.  Mas ele morre e ela é rapidamente empossada como presidente. Mas seu governo é considerado como o de um fantoche.


MARGARETH THATCHER – Primeira ministra da Grã Bretanha, enaltece as vantagens de sua liderança feminina. “Se precisarem de alguém que profira discursos, pegue um homem. Se houver um problema para ser resolvido, é melhor que perguntem a uma mulher”

1986
CORAZÓN AQUINO – Dona de casa filipina ao ter seu marido assassinado, concorre com um ditador corrupto e prova que uma mulher pode subir ao poder sem se corromper no ofício (1986-1992).

1988
BENZIR BHUTTO – Conduz o Paquistão à modernidade (1988 e 1999) mas é assassinado  em 2007.

1993
KIM CAMPBELL – Governa o Canadá durante um verão e foi a única chefe de Estado na América do Norte.

1993
TANSU ÇILLER – A professora ocupa o cargo de primeira ministra da Turquia (1993-1996). Adere ao Partido do Verdadeiro Caminho e três anos depois assume a presidência partidária.

1999
VAIRA VIKE-FREIBERGA – Durante sua presidência (1999-20007) a Letônia ingressa na OTAN e na EU.

2000
TARJA HALONEN – A Finlândia torna-se o primeiro país da Europa a conceder o direito do voto às mulheres (1906). Hoje, a política está firmemente em suas mãos.

2005
JULIA TYMOSHENKO – A bilionária do país torna-se, em 2005 a primeira ministra da Ucrânia e é reeleita em 2007.

2006
ELLEN JOHNSON-SIRLEAF – Primeira presidente livremente eleita da África.

MICHELE BACHELET – Presidente do Chile, autodidata e ateísta declarada.

2007
CRISTINA KIRCHNER – Crises e miséria econômica argentina em seu governo.

2009
JOHANNA SIGURDARDOTTIR – Primeira chefe de governo da Islândia, após divorciar-se do marido, vive abertamente em uma parceria homossexual.

JADRANKA KOSOR – Parlamento da Croácia nomeia a jurista como primeira ministra do país e passa a governar a nação “com firme pulso feminino”.


2010
DILMA ROUSSEFF - Após 121 anos de tradição republicana, o Brasil elegeu a primeira mulher presidente de sua história. No seu segundo mandato começou a perder o poder junto da população e reconheceu que o governo demorou a perceber a dimensão da crise econômica.

LAURA CHINCHILLA – Primeira mulher a assumir a presidência na Costa Rica.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home