15 julho 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (99)




1999 (BRASIL)No dia 18 de junho chega às bancas de todo o Brasil o primeiro número deBUNDAS. Surgiu com o objetivo de retomar e fazer renascer a linguagem despojada e criativa do velho Pasquim. Foram lançados 77 números semanais da revista, mais três almanaques especiais: Almanaque do Ziraldo, Almanaque do Jaguar e Almanaque Bundas.

1999 (BRASIL)André Toral publica ADEUS, CHAMIGO BRASILEIRO.
 
2000 (JAPÃO)A Universidade de Kyoto Seika cria o primeiro departamento de quadrinhos.

2000 (EUA)Superman foi transformado num ser azul de energia elétrica e depois dividiu-se em Superman vermelho e azul. Tudo para vender mais gibis.

2000 (BRASIL)Julio Shimamoto publica uma coletânea de algumas das melhores estórias eróticas
VOLUPIA. Marcello Gaú publica A FEALDADE DE FABIANO GORILA. E Lourenço Mutarelli edita O REI DO PONTO.

2000 (EUA)O roteirista Robert Kirkman e o desenhista Tony Moore lançam o gibi independente BATTLE POPE. Na trama, um papa que vive em um apartamento alugado e passa o tempo entre charutos, bebidas e cantadas de gosto duvidoso que joga em qualquer mulher que passa na frente.

2000 (EUA)JIMMY CORRIGANTHE SMARTEST KID ON EARTH, de Chris Ware, eleito pela crítica o melhor livro do ano; A Marvel Comics balança novamente o mercado, em várias frentes: nesse ano, estréia a adaptação cinematográfica de X-Men, por Bryan Singer, cujo sucessoreacende o interesse dos produtores cinematográficos pelas HQ (os mutantes ganham mais dois filmes, em 2002 e 2006); ao mesmo tempo, a editora lança a linha editorial Marvel Ultimate, que é a repaginação do universo Marvel clássico destinada às novas gerações.

Nisso, o cineasta Kevin Smith assume os roteiros do personagem Demolidor, dando novo vigor às suas aventuras, o que não acontecia desde a saída de Frank Miller do título (no ano seguinte, Smith faz o mesmo com as histórias do Arqueiro Verde, na DC). Esse é apenas um exemplo de uma nova tendência: cineastas e produtores de séries de TV escrevendo HQ. Outros exemplos notáveis são J. Michael Straczynski (do seriado televisivo Babylon 5), que escreveu histórias do Homem Aranha e do Quarteto Fantástico, e Joss Whedon (de Buffy,a caça-vampiros), escrevendo a série Os Surpreendentes X-Men; No Japão, Nana e Paradise Kiss, ambas de Ai Yazawa (a primeira torna-se o mangá shoujo mais vendido da atualidade); Love Junkies, de Kyo Hatsuki, um dos mais destacados mangás eróticos (ero comedy, gênero que se diferencia tenuamente do hentai, ou pornográfico. Enquanto que o hentai é feito por autores anônimos, a ero comedy traz enredos mais leves, mas não menos picantes, feitos por artistas de destaque).
 
2001 (JAPÃO)Surge o movimento NOUVELLE MANGA com histórias de Frédèric Boilet, uma mistura de caracteristicas das bandes dessinées e dos mangas. O estilo lembra o nouvelle vague do cinema de arte francês, muito popular no Japão. O Espinafre de Yukiko, de Boilet é uma sensual história de amor sobre o relacionamento de seu alter ego, um artista francês de quadrinhos que vive em Toquio, e sua modelo.

2001 (EUA)A série de maior sucesso na tevê é SMALLVILLE. O retorno aos anos de formação do super adolescente, anti de decidir usar o conhecido uniforme e mudar-se para a cidade grande. Smallville: As Aventuras do Superboy (título no Brasil) ) foi uma série de televisão  criada por Alfred Gough e Miles Millar, que estreou no canal The WB. série conta a trajetória de Clark Kent (Tom Welling), que reside na cidade fictícia de Smallville, Kansas, durante os anos antes
dele se tornar o super herói conhecido como Superman.


A ideia central da série é mostrar como seria a vida do homem de aço e toda a sua trajetória se a sua nave tivesse caído na Terra nos tempos atuais, mesclando a modernidade do século XXI com elementos e valores antigos. Após a quinta temporada, a série foca em um Clark Kent já adulto e sua carreira no Planeta Diário. Em Smallville, muitas coisas referentes ao universo Superman e DC Comics são explorados, e vários heróis e vilões conhecidos do universo das histórias em quadrinhos já tiveram sua versão na série.


2001 (EUA)Joe Quesada enfrenta a autoridade do Comic Code Authority (CCA). Ele negou-se a mudar a história da revista X-Force 116que segundo o CCA, continha insinuações de relações sexuais, e excesso de violênciae o gibi saiu sem as suas bênçãos mesmo.

2001 (EUA) - A editora Marvel cria: a linha Marvel Knights, com histórias dos super-heróis clássicos em uma linguagem mais adulta; e o selo Marvel Max, equivalente ao selo Vertigo da DC, publicando histórias de teor adulto, entre elas Viúva Negra, Alias, Poder Supremo e Zumbis Marvel; a minissérie Origens, de Paul Jenkins, Andy Kubert e Richard Isanove, é uma tentativa de dar um passado "oficial" ao personagem Wolverine, até então cercado de mistérios; No Japão, Hagane no Renkinjutsushi (Fullmetal Alchemist), de Hiromu Arakawa;

------------------------------------------------- 

Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home