18 julho 2014

Cronologia das Histórias em Quadrinhos (102)



2006 (EUA)A Marvel Comics lança a polêmica mega saga GUERRA CIVIL, que abre caminhopara a reformulação de seu universo de super-heróis (uma das consequências mais notáveis do evento foi a polêmica morte do herói Capitão América, no ano seguinte);




2006 (EUA)Crise Final lidera as vendas dos gibis. Com J.G.Jones, Doug Mahnke.



Estreia LOST GIRLS, de Alan Moore e Melinda Gebbie (série iniciada em 1991, na revista inglesa Taboo, mas que naquele ano, em uma série de álbuns, que pôde ser concluída. Obra erótica e polêmica, que foi censurada em vários países de língua inglesa);

OS MORTOS VIVOS, de Robert Kirkman e Tony Moore; aparece a editora Virgin Comics, braço artístico do conglomerado Virgin de entretenimento, em parceria com a empresa indiana Gotham Entertainment, conhecida por convidar grandes nomes do entretenimento, como o escritor Deepak Chopra e o cineasta Guy Ritchie, para escrever HQ.  

Entre os títulos lançados pela editora, estão: SNAKEWOMAN, deShekhar Kapur, Zeb Wells e Michael Gaydos, e 7 Brothers, de John Woo, Garth Ennis e Jeevan Kang. Em 2008, no entanto, a Virgin, por causa das baixas vendas, fecha as portas.


2006 (EUA)Crise Final lidera as vendas dos gibis. Com J.G.Jones, Doug Mahnke.

2007 (EUA)O brasileiro Gabriel Ba desenhou a série escrita por Gerard Way (da banda Chemical Romance)THE UMBRELLA ACADEMY. História de super-heróis, todos irmãos que formam a equipe Umbrella Academy, cada um dos integrantes possui dons diferentes. Todos foram adotados de berço pelo criador da equipe, o eclético Sir Reginald Hargreever. 

O grupo atua junto desde pequeno. Com o tempo, a equipe se desfez. Até que são unidos novamente para o funeral de Hargreeves, e, para enfrentarem juntos a ameaça da suíte do apocalipse, única música que tem o poder para destruir o mundo.

2007 (BRASIL)A Conrad lança LAERTEVISÃO, uma autobiografia do artista em quadrinhos.Trata-se de um livro da memória coletiva, das milhares de pessoas que assistiam à televisão, no domingo, somente depois da missa, durante a qual se ajoelhava para confessar. Personagens da tevê, dos anúncios e das HQs influenciaram tanto a vida de Laerte quanto a família.

2008 (FRANÇA)O PEQUENO PRÍNCIPE, adaptação em HQ do livro infantil de Antoine de Saint-Exupéry (publicado em 1943), por Joann Sfar (artista conhecido, também, pelas séries O Grande Vampiro, O Pequeno Vampiro e O Gato do Rabino) Em Israel, estreia o documentário em animação Valsa com Bashir, dirigido por Ari Folman e indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2009 (esse filme foi adaptado para HQ, por Folman e David Polansky); Além dos mangás japoneses, outro tipo de HQ oriental, recentemente, foi descoberta pelo ocidente: os manhwa, as HQ produzidas na Coréia do Sulo governo daquele país, inclusive, incentiva a produção local de HQ. Alguns exemplos notáveis de manhwa são: Ragnarök, de Lee Myung-Jin, Chonchu, o guerreiro maldito, de Kim Sung Jae e Kim Byung Jin, Che, de Kim Yong-Hwe (biografia do guerrilheiro argentino Ernesto "Che" Guevara, projeto semelhante ao dos argentinos Oesterheld e Breccia dos anos 60) e Priest, de Hyung Min-Woo. Isto, para citar os manhwa de maior sucesso no ocidente.

2008 (BRASIL)Preocupados com a perda de leitores, os estúdios Maurício de Sousa lançam em agosto a TURMA DA MÔNICA JOVEM. Eles cresceram, têm 16 anos e mudaram muito. A Mônica não é mais baixinha nem gorducha. Cebola fez tratamento e não troca mais a letraerrepeloele. Cascão é apaixonado por esportes radicais. Magali preocupa-se em ter uma alimentação saudável. A revista vende 410 mil exemplares por mês, duas vezes mais que a publicação infantil.

-----------------------------------------------------------------
Quem desejar adquirir o livro Bahia um Estado D´Alma, sobre a cultura do nosso estado, a obra encontra-se à venda nas livrarias LDM (Brotas), Galeria do Livro (Espaço Cultural Itau Cinema Glauber Rocha na Praça Castro Alves), na Pérola Negra (Barris em frente a Biblioteca Pública), na Midialouca (Rua das Laranjeiras, 28, Pelourinho. Tel: 3321-1596) e Canabrava (Rua João de Deus, 22, Pelourinho). E quem desejar ler o livro Feras do Humor Baiano, a obra encontra-se à venda no RV Cultura e Arte (Rua Barro Vermelho 32, Rio Vermelho. Tel: 3347-4929.


0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home