05 janeiro 2015

Cronologia dos personagens de desenho animado (18)



1969 (EUA) – É o Lobo. O simpático Cachorrão só tem uma preocupação na vida: livrar o Carneirinho das garras do Lobo. Basta ouvir “É o Lobo! É o Lobo!” para ele chegar correndo e cobrir o vilão de pancada.

1969 (EUA) – Scooby-Doo. No dia 13 de setembro foi ao ar pela TV americana o primeiro desenho animado de Scooby-Doo. Os personagens foram criados por William Hanna e Joseph Barbera, pelo executivo da CBS Fred Silverman, pelos roteiristas Joe Ruby e Ken Spears, e pelo desenhista Iwao Takamoto. O título original era “Who’s Ssssscared?”, ao ouvir trecho da canção “Strangers in the Night” em que Frank Sinatra canta “dooby
dooby doo”, Silverman rebatizou o desenho de “Scooby-Doo, Where Are You” e tornou o cão o astro do show. O desenho mostra as aventuras e desventuras de um grupo de quatro adolescentes metidos a detetives (Fred, Velma, Daphné e Salsicha) e um cão dinamarquês chamado Scooby-Doo. Eles viajam num furgão psicodélico e ajudam a investigar casos misteriosos em lugares inóspitos, casas mal-assombradas, parques abandonados, pântanos e ilhas, ameaçados por fantasmas, múmias, monstros e terríveis vilões.

Scooby-Doo era um cachorro covarde que tinha medo da própria sombra e que, sem querer, acabava salvando a todos ou pegando os vilões, sempre impulsionado pela promessa de um bom lanche ou biscoitos caninos.  Seu melhor amigo era Salsicha, sujeito magricelo e de aparência desleixada, sempre com um cavanhaque por fazer. Assim como seu cão, Salsicha era covarde, medroso e faminto, e dividia com Scooby a paixão por goluseimas. Era dele o bordão que dava título ao desenho em inglês: “Scooby-Doo, cadê você?”.

O corajoso Fred era o líder do grupo, sempre ávido por um novo mistério e criava engenhocas para
enfrentar os inimigos. Daphne era o alvo preferido dos vilões e Velma era uma garota inteligente e cheia de idéias que desvendava os mistérios com Fred. Até 1972, a série teve 310 episódios. De 1972 a 1974, o desenho reestreou com o título “Scooby-Doo Comedy Movies (no Brasil, Os Novos Filmes do Scooby) onde os heróis encontravam-se com estrelas do mundo pop e outros personagens dos estúdios Hanna & Barbera (HB), para solucionar mais casos misteriosos. De 1977 a 1980 Scooby-Doo apareceu em “Os Ho-Ho-Limpicos”, juntamente com vários personagens disputando competições olímpicas. Entre 1988 e 1993 um novo desenho foi produzido: O Pequeno Scooby-Doo.

O sucesso do desenho pode ser explicado pelo visual emprestado da cultura hippie, como as roupas coloridas de Fred, Daphne, Velma e Salsicha e o furgão (batizado de Máquina Mistério) decorado com adesivos de flores – no melhor estilo flower power. Além disso, a trilha sonora com rock e a misturas de humor, aventura e mistério dos episódios da tevê garantiram a Scooby a fidelidade de gerações de fãs. Ao longo dos 30 anos no ar, o desenho trouxe as histórias de fantasma contadas como comédias pastelão. O fim era sempre o mesmo, com o vilão, um humano disfarçado de assombração, desmascarado e exposto ao ridículo.

Em 2002 Hollywood lança a versão filmada do clássico desenho HB, com o cachorro Scooby-Doo totalmente criado por computadores. O filme foi dirigido por Raja Gosnell. O sucesso de Scooby-Doo impulsionaria os criadores da Hanna-Barbera a lançarem outros desenhos na mesma fórmula “garotos e mascote investigando casos misteriosos”, como Goober e os Caçadores de Fantasmas, O Fantasminha Legal, As Panterinhas, Clue Club, Shmoo a Foca Fofa, Bicudo o Lobisomen, etc. Mas nenhum deles repetiria o sucesso da trupe da Máquina do Mistério.  

1969 (EUA) – Esquadrilha Abutre (Dastardly and Muttley in Their Flying Machines). Uma esquadrilha maluca, sob o comando de Dick Vigarista, persegue o esperto e divertido Pombo-correio, tentando evitar que ele entregue a correspondência. Sua principal característica é uma corneta, onde seu som causa loucura no comandante Dick. Existe ainda Mutley, um cachorro esperto e especial pela sua risada sinistra, onde vive salvando Dick Vigarista sempre em troca de uma medalha. Na gangue há Klunk, e Dizzy, o medroso do grupo. 


0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home