18 novembro 2016

Os que se foram há 30 anos



JEAN GENET (76 anos) – O mais rebelde e maldito dos escritores e dramaturgos franceses. 

Ele levou para a literatura a violência e a perversão que marcaram sua vida de criança de orfanato, adolescente ladrão e eterno condenado.





 
SIMONE DE BEAUVOIR (78 anos) – Feminista e intelectual parisiense, autora de O Segundo Sexo (o mais famoso de seus numerosos livros), foi companheira do filósofo existencialista Jean Paul Sartre.




JORGE LUIS BORGES (86 anos) – Argentino, escritor, poeta, ensaísta, tradutor e historiador.

Escreveu 40 livros, traduzidos em mais de 38 idiomas. Cego desde 1956, casou pela segunda vez, dois meses antes de morrer.




LUIS DA CÂMARA CASCUDO (87 anos) – Além do Dicionário do Folclore Brasileiro, o folclorista, historiador e estudioso dos usos e costumes nordestinos nos levou à memória nacional mais de 150 obras publicadas. 

Um homem biblioteca.




NELSON CAVAQUINHO (75 anos) – Embora tenha composto mais de 300 músicas, o boêmio
inveterado e compositor mítico da MPB conseguiu gravar apenas seis discos.

Não chegou a conhecer o sucesso do pagode.







MÃE MENININHA DO GANTOIS (92 anos) 

– A mais famosa ialorixá da Bahia era sempre visitada por outros artistas no terreiro do Alto do Gantois, entre eles Dorival Caymmi, que cantou: 

“A estrela mais linha/Tá no Gantois...”

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home