10 março 2015

As malvadas dos desenhos de Disney (2)



Malévola apareceu pela primeira vez num conto de Charles Perrault escrito no século 17, e depois no
filme A Bela Adormecida, de 1959. Trata-se de uma bruxa que prefere aparecer misteriosamente e hipnotizar com a voz, principalmente em festa aonde não é convidada. 

No auge da maldade, se transforma num dragão fumegante para matar príncipe. Tem com rivais as fadas Flora, Fauna e Primavera e mora no castelo assombrado, no reino do rei Estêvão. Ela possui um corvo que está sempre em seu ombro confabulando maldades. 

Ao contrário da Rainha Má, que provocava mais um sentimento de asco com a feiura de seu disfarce, Makévola tinha uma beleza e uma graça envolventes. Por onda passava mostrava elegância.



Madame Medusa é a antiquária e vilã do desenho
Bernardo e Bianca (1977). Vive em uma embarcação abandonada na Baía do Diabo, e tem como ajudantes Asdrúbal e os dois fiéis crocodilos Nero e Brutus. Seu plano secreto é encontrar um diamante enorme, o Olho do Diabo. A pedra está num buraco, onde só uma criança consegue entrar. Por isso, ela rapta Penny, uma menininha que mora no orfanato. Com sua alma criminosa, tiraniza uma pobre órfã. De cílios postiços, com obsessão por diamantes e ascendência sobre dois crocodilos. Quando Bernardo entra em cena, é a mulher em Medusa quem pula numa cadeira, morrendo de medo do pobre ratinho, o que humaniza mais a personagem e a torna mais um exemplo de que mesmo os personagens infantis podem ser baseados em humanos comuns.

Malvina Cruela mora em uma cidade inglesa chamada Suffolk. Ela é a vilã do filme A Guerra dos   É capaz de fazer tudo para conseguir o que quer. Na história original, escrita por Dodie Smith, Cruella era representada como uma filhinha de papai de uma família muito rica. Era uma mulher bonita, sexy, charmosa e atraente. No desenho de Disney, Malvina é uma mulher má com feições cadavéricas e que sabe dar risadas e se sentir bem...do jeito dela, claro!
Dálmatas (1961) e tem como ajudantes os atrapalhados Alípio e Leitão. Seu objetivo é pegar os 15 filhotes de dálmatas de Pongo e Pepita para completar seu casaco de pele de dálmata. Deseja fazer de 99 cãezinhos um casaco de peles para cobrir seu corpo esquálido. Para o desenhista de animação Marc Davis, responsável por dar vida às personagens femininos e distintos como Cinderela, Fada Sininho e Maléfica, criar Cruela foi uma tarefa deliciosa. “Adorei fazer Cruela. Ela era errática, excêntrica e violenta e não houve restrições em tentar mantê-la inocente e passível de credibilidade. Ela foi um personagem
de ação todo o tempo e espalhou destruição por onde passou”.

Maga Patalójica morou por anos ao pé do vulcão Vesúvio, na Italia, até se mudar para Patópolis. Na antiga morada ela tinha uma barraquinha de pequenos feitiços que mais tarde foi se aperfeiçoando. Surgiu em 1951 nos estúdios Disney. Tem como ajudantes os corvos Laércio e Perácio. E seu maior objetivo na vida é roubar a moeda nº1 do Tio Patinhas, derretê-la no vulcão Vesúvio e transformá-la num poderoso amuleto. Tudo para ficar rica.

Lady Tremaine é a madrasta da Cinderela. Mora numa linda casa que o pai da Cinderela deixou de
herança para a família. 

Ela apareceu pela primeira vez num conto de Charles Perrault e no filme de Disney que estreou em 1950. 

Trabalho não é com ela. Sua especialidade é atazanar a vida de Cinderela com ajudadas pelas filhas Anastácia e Drizela. Ela humilha o quanto pode a desprotegida Gata Borralheira.

Úrsula vive no fundo do mar e surgiu no filme A
Pequena Sereia (1989). Esta “polva” gorda e malvada adora perturbar a vida marítima. Seu objetivo é conseguir a bela voz da sereia Ariel. Ela tem, como ajudantes as enguias atrapalhadas Pedro e Juca. Trata-se do feio que, frustrado por ser feio, gostaria de ter um corpo bonito e atrativo. É o objetivo principal de Ursula, uma octópode que quer (e muito) ter um pouco de beleza de Ariel, a pequena sereia. Além disso, ela também se interessa em conseguir com que parte de seu poder, tirado dela pelo Rei Tristão, volte para ela. De seu visual, que mistura perfeitamente um rosto humano com um corpo animal, Ursula e uma bad girl em essência: interesseira, má, falsa e, acima de tudo, louca para ser o centro das atenções.

.......................................................

ATENÇÃO:

 

O livro "Breviário da Bahia" está sendo  vendido com exclusividade no Pérola Negra, em frente a Biblioteca Central dos Barris. Tel: 3336-6997. Rua General Labatut, 137, Shopping Colonial (loja 01), Barris.



0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home