29 dezembro 2016

O sentido da vida



Para o escritor Bradley Trevor Greive, “não importa como você a olha, a vida é estranha. Muito estranha. Por exemplo: é um fato inquestionável que somos todos feitos exatamente da mesma substância das formas de vida mais inteligentes, criativas e magníficas do Universo. Além disso, somos feitos da mesma matéria atômica das maiores montanhas do nosso planeta e das estrelas mais brilhantes da nossa galáxia”. E ele incentiva a todos irem atrás do seu sonho com energia e paixão.

“A verdade é que nós todos nascemos com potencial para a grandeza, abençoados com oportunidades para alcançar novas e estonteantes alturas. Mas, tristemente, muitos de nós são preguiçosos demais, preocupados demais com o que os outros possam pensar, com medo demais de mudanças, para abrir suas asas e usar todos os seus talentos. É importantíssimo fazer o que o deixa feliz – e da melhor maneira possível”.
 
Lembra que faça o que você fizer, os enganos são partes da vida e não adianta perder tempo se castigando por erros do passado. Rejeição e resistência são inevitáveis quando se faz algo muito importante ou especial. “Quando você se propõe a realizar seus sonhos, muitos tentarão detê-lo (incluindo os que mais amam você). O que falta neste mundo são pessimistas lamentáveis”. Para ele é importante compreender que seguir o seu próprio caminho pode ser recompensado, mas não é fácil não...Todos têm dificuldades. Ouvir o coração e usar a cabeça nunca estará errado”, conclui.


“Somos, em essência, um conjunto de órgãos e sistemas que funcionam de maneira interativa e de cuja harmonia decorre a grande diversidade de ações e funções que nos habituamos a realizar no cotidiano (...) O conjunto das nossas aptidões, mesmo as mais especiais, depende de uma complexa integração entre todos os componentes do nosso organismo, que, conforme a demanda imposta, respondem com a função que deles se espera”, escreveu o professor da Faculdade de Medicina da USP, Wilson Jacob Filho, concluindo que “o todo depende da integridade funcional das partes que o compõem”.

O ser humano é uma manifestação da fonte de energia formada pelos elementos físico-químicos, um ser cósmico habitante de uma galáxia, a Via-Láctea,
uma entre duzentas bilhões de outras, dependendo do Sol, estrela de quinta categoria, uma entre outras trezentas bilhões, situada a 27 mil anos-luz do centro de nossa galáxia, perto do braço interior da aspiral de Órion, morando no terceiro planeta do sistema solar, a Terra.

Somos um elo da corrente única da vida, com os mesmos vinte aminoácidos e quatro bases fosfatadas dos demais seres viúvos, um animal do ramo dos vertebrados, dotado de sexualidade, da classe dos mamíferos, da ordem dos primatas, da família dos hominidas, do gênero homo, da espécie sapiens/demens, portador de um corpo de 30 bilhões de células, continuamente renovada por um sistema genético que se formou ao largo de 3,6 bilhões de anos.

O mundo está em movimento, tudo circula e se movimenta infinitamente. A ciência do saber está aberta a todos, mas muitos segredos serão mantidos, porque o homem não está livre das paixões, que podem construir ou destruir coisas belas. Os mistérios só se deixarão revelar pelo coração puro como o de uma criança.

Cada caminho é uma verdade, seguindo sua própria escolha. Para os antigos gregos, a inteligência mora no coração, aí é a casa de todas as mais sinceras respostas. É preciso amar a escolha e nisso que se revel a inteligência do homem: escolher aquilo que cabe na medida do seu sentimento. Siga sempre em frente e não deixe de duvidar de seus próprios caminhos, porque os caminhos são seus, é certo, mas também podem levá-lo para tão longe de si mesmo e afastá-lo dos seus verdadeiros propósitos.

Todos nós precisamos encontrar um sentido no mundo. É o que chamo de a árvore da vida, um freixo frondoso, gigantesco, enraizado no centro da terra e sua sombra cobre toda a superfície. A árvore se abria em ramos ancestrais que filtravam uma luz que projetava, como se fosse fina renda, milhares de desenhos no chão. Essa árvore da vida produz os frutos do conhecimento. E o conhecimento é dado a todos, mas a cada um conforme o seu próprio sonho.

Para domar um leão, cada um terá que vencer um desafio. E não há um desafio igual para todos porque não percorremos os mesmos caminhos. Aquele a quem foi dada a inteligência que compreenda. A forma e a virtude das coisas vêm primeiro das ideias. E se fazem verdadeiras segundo as inteligências confiadas numa virtude ideal. Se desejas obter o ouro, a riqueza, faça com que a luz da verdadeira instrução e do conhecimento se multiplique e se espalhe por toda sua alma com a força de três poderes verdadeiros: memória, mente e vontade.

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home