01 dezembro 2015

Bateria no rock and roll (02)


Os instrumentos de percussão são os mais antigos da humanidade e sua evolução acompanha a trajetória
dos diversos povos, culturas e manifestações musicais do planeta. Inserido nessa evolução, está um instrumento bastante jovem com apenas 100 anos de idade: a bateria. Apesar dessa aparente imaturidade da bateria, um fato curioso acontece. Ela se separa ou se distancia de suas raízes, de sua ancestralidade, e assume sua autonomia, sua independência.

O músico (percussionista) frente aos progressos do homem, desfruta uma nova maneira de tocar percussão. Ele (percussionista/baterista) passa a tocar sozinho três instrumentos: a caixa, o bombo e os pratos, com o auxílio de novos inventos como o
pedal de bumbo e a estante de caixa. Em seguida, juntamente com o desenvolvimento dos dois principais gêneros da música popular do século XX, o jazz e o rock, os músicos (bateristas) cada vez mais assumem um lugar de destaque no meio musical e junto ao público.

Com isso, a bateria atingiu um desenvolvimento extraordinário em termos de técnica, equipamento e informação, fazendo com que em apenas 100 anos, o instrumento se firmasse definitivamente, não só no jazz e no rock, mas em muitos outros gêneros musicais representativos de vários países, de todos os continentes, e que cada vez mais se fundem e se renovam.


A bateria é responsável por ditar o ritmo da música. Sempre pulsante e imponente, o instrumento de percussão mais famoso da música popular como um todo contou com grandes nomes no rock n’ roll.

Nada melhor do que trilhas isoladas para compreender melhor a importância de determinado instrumento em um clássico do rock. Veja abaixo uma lista com dez clássicos com a bateria isolada.

Deep Purple: “Burn” (baterista: Ian Paice)
Led Zeppelin: “Whole Lotta Love” (baterista: John Bonham)
Nirvana: “Smells Like Teen Spirit” (baterista: Dave Grohl)
Metallica: “Master Of Puppets” (baterista: Lars Ulrich)
Black Sabbath: “Sweet Leaf” (baterista: Bill Ward)

The Who: “Won’t Get Fooled Again” (baterista: Keith Moon)
Megadeth: “Holy Wars… The Punishment Due” (baterista: Nick Menza)
KISS: “Parasite” (baterista: Peter Criss)
Red Hot Chili Peppers: “Suck My Kiss” (baterista: Chad Smith)
Queen: “Don’t Stop Me Now” (baterista: Roger Taylor)

Led Zeppelin - Whole Lotta Love:

0 Comentários:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home